Categorias

logo
A Importância do Uso de Colete Salva-vidas
05 Aug

O colete salva-vidas foi desenvolvido para ser utilizado em situações de emergência e para dar segurança permanente numa atividade aquática esportiva.

Mas a escolha deste equipamento precisa ser pensada, e é isto que o vamos te mostrar.

Antes de tudo, muitas pessoas não sabem, mas estes coletes devem ser homologados pela Marinha do Brasil, que expõe esse equipamento de segurança a rigorosos testes, para atenderem todas a exigências de resistência requisitadas pelas normas para embarcação de esporte e recreio. A Mobay Brasil, em parceria com a Xfloat, revende coletes salva-vidas homologados pela Marinha do Brasil, garantindo um equipamento de qualidade, feito para proporcionar conforto e segurança.

O colete salva-vidas é um equipamento de salvatagem, que permite a pessoa manter-se flutuando na água. Deve ser utilizado para proporcionar segurança numa atividade aquática ou durante uma emergência. Em embarcações, o número de coletes deve ser igual ao número total de pessoas a bordo, assim como deve estar em um local de fácil acesso e claramente indicado na embarcação.

A escolha do colete salva-vidas depende do tipo de embarcação. A Marinha do Brasil, de acordo com as Normas da Autoridade Marítima para Homologação de Material (NORMAM 05), reconhece cinco tipos de coletes salva-vidas, classificados de acordo com a forma e condições de uso:

• Classe I – Colete para mar aberto: Para navegação oceânica, águas brasileiras ou internacionais. Indicado para travessias transatlânticas e plataformas de petróleo.

• Classe II – Para navegação costeira: Para navegação em mar aberto, águas brasileiras até aproximadamente 200 milhas da costa. Indicado para qualquer atividade em mares da costa do Brasil.

• Classe III – Para navegação em águas abrigadas e calmas: Para embarcações de navegação interior em rios, lagos, beira mar etc. Indicado para qualquer atividade em rios, lagos e represas.

• Classe IV – São indicados para situações de trabalho: Para uso por longos períodos em trabalhos realizados próximos à borda de embarcações ou outros dispositivos que corram risco de cair na água acidentalmente. Utilizado em construções de pontes, conserto de barcos etc.

• Classe V – Atividades esportivas de alta velocidade: Para atividades esportivas de alta velocidade como: jet-ski, banana-boat, esqui aquático, windsurf, stand-up paddle, pesca esportiva e pequenos veleiros. Importante lembrar que cada atividade possui seu modelo apropriado.

Sabendo qual classe escolher, agora precisamos definir o melhor modelo. Para responder esta pergunta, precisamos levar em consideração dois parâmetros: tamanho e ajuste.

O Departamento de Engenharia da Marinha do Brasil determina as largas faixas de peso estipuladas para cada tamanho, e tais parâmetros devem ser seguidos para garantir a certificação do produto. Os ajustes das fitas são outro ponto fundamental na escolha de um colete salva-vidas, garantindo que não fique incômodo ou saia do corpo no caso de um acidente. A dica de ouro é: teste o equipamento antes de iniciar o percurso na embarcação ou atividade aquática esportiva.

E para que a segurança seja realmente garantida, lembre-se sempre de utilizar o colete salva-vidas em caso de atividades marítimas. A maior parte das vítimas de acidentes marítimos tem o colete salva-vidas na embarcação, mas não o veste, e este pode ser um ponto crucial em uma situação de perigo.

Dicas de segurança:

• Não puxe, corte, escreva ou altere a estrutura do colete salva-vidas, especialmente os que podem vir a ser utilizados por outras pessoas. Qualquer uma destas práticas pode colocar em risco a sua vida e a do outro, em caso de emergência.

• Não apoie objetos pontiagudos e não use como assento ou encosto. Tais práticas podem acarretar a perda de parte de sua flutuabilidade.

• Lave-o em água doce após o uso e sempre deixe secar em locais ventilados. Mantenha-o longe de fontes excessivas de calor e não guarde úmido por longos períodos.

• Ensine as crianças a vestir um colete salva-vidas ou utilizar um auxiliar de flutuação, lembrando-se que crianças sempre devem estar sob a supervisão de um adulto responsável;

O uso do equipamento correto, certificado e em boas condições, garante a sua segurança em uma situação de risco, permitindo a flutuabilidade estável. Verifique sempre se todos os coletes estão em bom estado para que a segurança esteja garantida.

Quer saber mais? Entre em contato com a Mobay Brasil.